terça-feira, 25 de novembro de 2008

Jovem de 14 anos, Bernadette Soubirous sai à procura de gravetos para a estufa de sua casa, onde há falta de tudo. Com Bernadette vão sua irmã e uma colega.E chegaram a Massabielle, lugarejo vizinho a Lourdes. Atrasando no caminho, Bernadette vai tentar a travessia do pequeno braço do córrego do Gave, quando uma repentina e forte rajada de vento a detém assustada. Para e olha a gruta de onde lhe aparece a imagem de uma Senhora toda de branco dentro de uma nuvem dourada. Repete-se a 14 de fevereiro a aparição, dessa vez na presença de algumas pessoas.O mesmo se dá no dia 18 quando Bernadette, respondendo sim ao convite da Senhora de voltar 15 vezes à gruta, ouve as palavras: "Eu lhe prometo a felicidade, não neste mundo mas no outro." Bernadette cumpre a promessa e a Senhora lhe fala com suma bondade, mas não lhe revela quem é. A 25 de fevereiro, pela 9º aparição, a Senhora convida Bernadette a cavar a terra. Bernadette e os numerosos presentes vêem jorrar o primeiro fio d'água da fonte milagrosa. Em 26 de fevereiro a Senhora de branco pede a Bernadette que beije o chão.Ela compreende que deve fazê-lo por penitência e seu gesto é logo imitado pela já numerosa multidão. Ainda hoje continua essa devoção no lugar sagrado das aparições.Em 12 de março a Senhora pede: "Vá dizer aos sacerdotes que levantem aqui uma capela. Desejo que venha o povo em procissão a esta."Bernadette se prontifica a realizar a difícil incumbência. Não crendo nas afirmações da menina o pároco a repreende e exige que ela pergunte o nome à Senhora. Em 25 de março a visitante do céu satisfaz as insistências da jovem. E lhe revela: "EU SOU A IMACULADA CONCEIÇÃO." Na 17° aparição Bernadette permanece em êxtase diante da visão por uns 15 minutos. Como de costume, segura na mão direita uma vela acesa e dessa vez coloca a mão esquerda bem junto da chama por um quarto de hora. Passando o êxtase o médico ali presente não encontra na mão da jovem nem o mais leve sinal de queimadura. A 18° e última aparição dá-se a 16 de julho.Oito anos depois, em maio de 1866, Bernadette vê, com alegria, realizado o desejo de Nossa Senhora: Levanta-se junto da gruta de Massabielle magnífica Basílica. A 7 de julho de 1866 Bernadette ingressa no Convento das irmãs de Caridade e da Instrução Cristã, em Nevers, onde vem a falecer em 16 de abril de 1879.Em 8 de dezembro de 1933 é solenemente canonizada por Sua Santidade o Papa PIO XI.

(Texto retirado do site da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Rio de Janeiro/RJ)

- Copyright © Meu Imaculado Coração Triunfará -