segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Estamos iniciando o Tempo Litúrgico do Advento. Tempo de espera, de renovação, de reconciliação, de esperança. O primeiro advento foi vivido por Maria, que durante nove meses esperou pela chegada de seu filho, grávida de Deus.

Maria carregou em seu ventre, aquele que seria o Salvador dos homens. Gestou-o observando as modificações de seu corpo, apreciando a maravilha de um Deus que se encarna e, ao tomar a forma humana, quer passar por toda a nossa experiência: desde o útero materno, Jesus Cristo é essencialmente humano e como homem crescerá em estatura, sabedoria e graça, até revelar-se como o Messias.

A espera de Maria não foi maior nem menor que a das demais mulheres; talvez, tenha sido diferente, mas que pode trazer-nos um grande ensinamento. Maria trazia em seu ventre um mistério que seria aos poucos revelado à humanidade, e ao gestar esse mistério, aprendeu a ouvir a Deus, a encontrar Suas respostas através do que lhe acontecia, a entender Seus desígnios e Seus desejos para Seu povo.

Sabemos, nós, ouvir, encontrar e entender a Deus? Sabemos viver um advento digno daqueles que desejam realmente ver-se frente a frente com o Pai e descobrir-Lhe no simples, no pequeno?

Que o Advento de Maria nos ensine a viver a espera desejada por Deus: diferente da que viverá um mundo ávido pelo consumo, mas aberta à experiência do encontro com o Menino, que nos exigirá conversão, silêncio e simplicidade. (Para rezar: Lc 1, 26-38)

Deixe um Comentário

- Copyright © Meu Imaculado Coração Triunfará -