quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010



No dia 22 de fevereiro de 1938, por volta das seis e meia da manhã, a Virgem apareceu a Cäcilia Geyer:

"Ouvi um ruído como um ligeiro murmúrio e, de uma nuvem luminosa que se tornava cada vez maior, a Mãe de Deus surgiu, exatamente igual à estátua de Wigratzbad. De repente, eu me encontrei dentro daquela gruta. A aparição me disse: "Edificai uma capela neste local, e eu esmagarei a cabeça da serpente infernal. As pessoas virão aqui, em grandes multidões e eu derramarei torrentes de graças sobre elas. São José, Santo Antonio e as almas do purgatório ajudarão Antonia".

Em seguida, a grande Senhora me ordenou: "Agora, vai adorar o meu divino Filho diante do Santíssimo Sacramento." E eu perguntei: "Em que lugar poderei adorá-lo? Neste momento, o Santo Sacramento não está exposto em nenhum lugar..." Então, diante de meus olhos estarrecidos, apareceu uma capela, no local que a Senhora me havia designado. No interior da Capela, sobre o altar, Jesus pontificava, como se estivesse num trono, no magnífico ostensório, que irradiava raios de luzes maravilhosas, por todos os lados.

Patrick Sbalchiero, « Wigratzbad»,
em: René Laurentin et Patrick Sbalchiero,
Dictionnaire encyclopédique des apparitions de la Vierge.
(Dicionário enciclopédico das aparições da Virgem)
Ed. Fayard, Paris 2007

Deixe um Comentário

- Copyright © Meu Imaculado Coração Triunfará -