A Virgem Maria no Japão


O primeiro missionário, S. Francesco Saverio, desembarcou no Japão no ano de 1549, dia da Assunção. Em menos de 40 anos, 300.000 japoneses haviam abraçado a fé. Porém, o Japão se fechou e a perseguição teve início rapidamente, também, durando 250 anos, até a metade do século dezenove, momento em que o Japão abriu suas portas ao mundo. Esta perseguição foi cruel. Em Nagasaki, uma Igreja foi encontrada, e era dedicada a 26 mártires que haviam sido crucificados, provavelmente no dia 5 de fevereiro de 1597. Somente no ano de 1694, 30.000 cristãos foram massacrados.

A liberdade religiosa foi concedida em 1868, sendo inscrita na Constituição de 1947. Os cristãos (católicos, ortodoxos e protestantes, juntos) representam, hoje, 1% da população. Quanto à visão mariana, o Japão foi marcado pela passagem de São Maximiliano Kolbe - de 1930 a 1933. A sede editorial de sua revista, no subúrbio de Hongochi, na cidade de Nagasaki é um convento batizado "Mugenzai no Sono" (Jardim da Imaculada). Após a explosão atômica de 1945, o convento manteve-se praticamente intacto, e ninguém pereceu em seus arredores.
A Virgem Maria no Japão A Virgem Maria no Japão Reviewed by Apostolos dos Sagrados Corações on sexta-feira, fevereiro 05, 2010 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.