Como Nossa Senhora defende seus devotos especialmente na hora da morte


São Boaventura afirma que, para defender seus devotos na última hora de vida, Santa Maria envia o Arcanjo São Miguel, juntamente com seu exército de anjos. Além disso, Ela comanda São Miguel para receber as almas de todos que sempre recorrem a Ela.

Referindo-se a Nossa Senhora, o santo diz:

“Miguel, o líder e o príncipe do exército celeste, com todos os seus anjos ministradores, obedece às suas ordens, ó Virgem, e defende e recebe as almas dos fiéis defuntos, que dia e noite têm-se particularmente recorrido à Senhora.”

O profeta Isaías diz-nos que quando um homem está prestes a morrer, o inferno é aberto e envia seus piores demônios, tanto para seduzir a alma antes que ela deixe o corpo, e para acusá-lo quando ele se apresenta perante o tribunal de Jesus Cristo para o julgamento .

O profeta diz: “Debaixo da terra se agita o inferno, para receber-te à tua chegada; despertam em tua honra as sombras dos grandes, e todos os senhores da terra, e levantam-se de seus tronos todos os reis das nações.” (Isaías 14:9).

Mas Richard de Saint Lawrence diz que quando Maria defende uma alma, os demônios não se atrevem sequer acusá-la. Eles sabem que o juiz supremo nunca condenou e nunca irá condenar uma alma nessas condições.

São Jerônimo escreveu ao Eustochius que Maria não só ajuda os seus servos na hora da morte, Ela vem mesmo para encontrá-los em seu caminho para a eternidade, para que Ela possa incentivá-los e acompanhá-los ao tribunal divino.

Isto está de acordo com o que ouviu Santa Brígida Virgem. Falando sobre a morte daqueles que se dedicam a ela, disse: “Então, Nossa Mãe, voando rapidamente lhes consola e os ensina.”

São Vicente Ferrer escreve:

“Esta Rainha amorosa leva as almas dos que morrem sob a sua proteção e as apresenta ao Juiz, seu Filho, e certamente obtém sua salvação.” Isso foi verificado no caso de Charles, o filho de Santa Brígida, que morreu no campo de batalha, longe de sua mãe. A Santíssima Virgem revelou a Santa Brígida que Charles foi salvo por causa de seu amor a Maria e que ela mesma o havia ajudado na morte, sugerindo-lhe os atos de fé, esperança, amor e contrição, que devem ser feito naquela hora.

Na mesma visão, o santo viu Jesus sentado em seu trono, e então o diabo apresentou duas denúncias contra a Mãe de Deus. A primeira foi que Maria tinha impedido o diabo de tentar Charles no momento da morte; a segunda foi que, sem dar qualquer razão para apresentá-lo como seu filho, Ela se apresentou no lugar de Charles para ser julgada e, portanto, o salvou. Santa Brígida viu o Juiz conduzir o Diabo para longe e a alma de Charles foi levada para o céu.

Santo Afonso de Ligório

Fonte: The America Needs Fatima Blog (tradução)
Como Nossa Senhora defende seus devotos especialmente na hora da morte Como Nossa Senhora defende seus devotos especialmente na hora da morte Reviewed by Apostolos dos Sagrados Corações on quinta-feira, agosto 26, 2010 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.