O "Lembrai-vos", na neve




O bem-aventurado Marcelino Champagnat, fundador dos Irmãos Maristas, confiava em Maria de forma irrestrita. Ele a tinha como Mãe, protetora, e a chamava "Maria, Nosso Recurso Habitual". A seguir, eis o fato que o comprova. Padre Marcelino Champagnat, acompanhado de um Irmão de fé, voltava da visita feita a um doente, e enfrentava proceloso vendaval de neve, que fizera desaparecer todos os atalhos e veredas do caminho. Era uma noite negra, sem qualquer luz. Os pobres Padres já caminhavam, havia duas horas. Fisionomias abatidas, pelo vento e pelo frio, olhos inundados de neve, completamente perdidos, viam-se obrigados a errar pelos caminhos escuros e a se aventurarem sem qualquer guia senão a Providência. Após alguns minutos, o companheiro de Champagnat mostrava-se tão visivelmente extenuado que Champagnat se viu obrigado a sustê-lo; mas, retesado pelo frio e quase sufocado pela neve, sentindo que também iria desfalecer, não conseguiu seu intento e disse ao colega: "Meu amigo, se a Virgem Santíssima não vier em nosso socorro, estamos perdidos. Vamos invocá-la e colocar as nossas vidas em suas mãos." Enquanto falava, o outro desmaiou, tombando por terra, qual massa inerte. Marcelino se ajoelhou perto do Frade desvanecido e rezou o "Lembrai-vos" de São Bernardo. Em seguida, tentou levantar o companheiro e, com grande dificuldade, os dois avançaram alguns passos. De repente, como presságio de salvação, uma luz surgiu diante deles estimulando-os a se arrastaram até a tênue claridade. Tratava-se da cabana de um lenhador, o qual os recebeu, abrigando-os por aquela noite. Eles estavam salvos. "Tudo a Jesus por Maria, tudo a Maria por Jesus" é a divisa de Marcelino Champagnat. Marcelino

Champagnat, de Monsenhor Laveille, p. 363
Fonte: Minuto com Maria
O "Lembrai-vos", na neve O "Lembrai-vos", na neve Reviewed by Apostolos dos Sagrados Corações on terça-feira, junho 07, 2011 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.