segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Que a doce Mãe de Deus possa me dar um espírito de sabedoria para que eu seja digno de expor e explicar este cântico a Maria. Que Deus venha em meu auxílio! (...) Pois, estas "grandes coisas" que Deus fez por ela, são tão valiosas e magníficas que nós não temos a capacidade de exprimir, de avaliar ou mensurar. Eis o motivo pelo qual resumimos a grandeza de sua honra numa única expressão, quando a nomeamos "Mãe de Deus"; ao falarmos dela, ao nos dirigirmos a ela, não conseguimos encontrar algo de maior, mesmo se possuíssemos o conhecimento de idiomas tantos, como tantas são as folhas e as ervas, as estrelas do céu e os grãos de areia no mar. Devemos examinar com profundo recolhimento o que significa "ser a Mãe de Deus". (...) Ela é a jóia muito preciosa, jamais louvada como merece. Martin Luther (1483-1546) Comentário sobre o Magnificat

- Copyright © Meu Imaculado Coração Triunfará -