terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Pe. Gilberto Kasper* Iniciamos, nesta Quarta-Feira de Cinzas, dia de jejum e abstinência, o sagrado tempo da Quaresma para celebrarmos, de coração renovado, o mistério pascal de Jesus. Desde os tempos mais antigos, a Quaresma foi considerada como período de renovação espiritual, de revigoramento interior, para o testemunho do Evangelho. A celebração da bênção e a imposição das cinzas lembram as palavras de Jesus: “Convertei-vos e crede no Evangelho” (Mc 1,15). Pela escuta da Palavra do Mestre e pela acolhida da misericórdia divina revelada em Jesus, superam-se a falsidade e a infidelidade, constitui-se o novo povo de Deus. É nesta perspectiva que podemos compreender a palavra do Evangelho proposto para a celebração da Quarta-Feira de Cinzas: os cristãos são chamados pelo Mestre a assumirem, com fidelidade, as obras da justiça – no relacionamento com o próximo: a esmola; para com Deus: a oração; para consigo mesmo: o jejum. Na caminhada quaresmal, somos convidados a fazermos a experiência de Deus que acolhe nossa penitência, corrige nossos vícios, cuida de nós incansavelmente, fortifica nosso espírito fraterno, nos dá a graça de sermos nós também misericordiosos. Na Igreja Santo Antoninho, Pão dos Pobres, na Avenida Saudade, 222-1, nos Campos Elíseos de Ribeirão Preto, teremos a Celebração do Início da Quaresma com a bênção e imposição das cinzas e a Abertura da Campanha da Fraternidade cujo tema deste ano é: FRATERNIDADE E JUVENTUDE, e o lema: “Eis-me aqui. Envia-me” (Is 6,8), às 19 horas. *pe.kasper@gmail.com Mestre em Teologia Moral, Especialista em Bioética, Ética e Cidadania, Professor Universitário, Assistente Eclesiástico do Centro do Professorado Católico, Reitor da Igreja Santo Antônio, Pão dos Pobres da Arquidiocese de Ribeirão Preto e Jornalista.

Deixe um Comentário

- Copyright © Meu Imaculado Coração Triunfará -