terça-feira, 12 de março de 2013

Pe. Gilberto Kasper pe.kasper@gmail.com Mestre em Teologia Moral, Especialista em Bioética, Ética e Cidadania, Professor Universitário, Assistente Eclesiástico do Centro do Professorado Católico, Reitor da Igreja Santo Antônio, Pão dos Pobres da Arquidiocese de Ribeirão Preto e Jornalista. Aquilo que nós celebramos na ação litúrgica na Realidade Atual da Páscoa não é simples lembrança de um acontecimento passado, mas uma atualização do ato salvador que continua a se aplicar atualmente aos membros do corpo, antes de tudo aos participantes da celebração. Não há, pois, apenas memória, mas também presença; e há antecipação da volta de Cristo: o que significa, ao mesmo tempo, que esperamos essa volta e que participamos da Páscoa do Senhor, contribuindo para que ele venha (cf. 2Pd 3,11). Eis o segundo pedido da oração do Pai Nosso. Aqui cabe colocar a pergunta sobre o caráter real das festas: quando os textos litúrgicos empregam o termo “hodie”, quererá isto dizer que hoje o ato de Cristo que é comemorado se renova realmente? A essa pergunta parece que se deva responder o seguinte: Em toda a nossa vida, realizamos o Mistério Pascal, a passagem deste mundo ao Pai. Portanto, quando celebramos a Páscoa, nos três dias santos e na cinquentena pascal, mas também cada domingo e a cada sacramento, não é um acontecimento passado que festejamos, mas um acontecimento presente, sempre atual. Em nossa Igreja Santo Antoninho, na Avenida Saudade, 222-1, nos Campos Elíseos, celebraremos o Tríduo Pascal e a Solenidade da Páscoa da Ressurreição do Senhor com sabor do “Ano da Fé”. Na Quinta-Feira Santa, às 19 horas, celebramos as Instituições dos Sacramentos da Eucaristia, da Ordem e da Humildade com o rito do Lava-Pés. A Celebração da Paixão e Morte do Senhor será às 17 horas na Sexta-Feira Santa – Dia de Jejum e Abstinência com a Coleta para a Conservação dos Lugares Santos. A “Mãe das Vigílias e Celebrações”, a Vigília Pascal será às 19 horas do Sábado Santo com os Ritos da Bênção do Fogo Novo, a Preparação do Círio Pascal, a Proclamação da Páscoa, a Liturgia da Palavra, a Renovação de nossas Promessas Batismais e a Liturgia Eucarística. Já no Domingo da Ressurreição do Senhor celebraremos as 8 e 10 horas, seguindo os Batizados às 11h30. Durante os dias da Semana Santa levaremos o Sacramento da Reconciliação aos nossos amados Enfermos e Idosos que não poderão participar de nossas celebrações, sendo para eles A Igreja do Ir! Assim, desejamos a todos uma santa, abençoada e feliz Páscoa!

Deixe um Comentário

- Copyright © Meu Imaculado Coração Triunfará -