terça-feira, 8 de agosto de 2017


(CIC 328)   A existência dos seres espirituais, não-corporais, a que a Sagrada Escritura habitualmente chama anjos, é uma verdade de fé. O testemunho da Escritura é tão claro como a unanimidade da Tradição.
(CIC  329) Santo Agostinho diz a respeito deles: «Angelus [...] officii nomen est, non naturae. Quaeris nomen naturae, spiritus est; quaeris officium, angelus est: ex eo quod est, spiritus est: ex eo quod agit, angelus –ANJO É NOME DE OFÍCIO (ENCARGO), NÃO DE NATUREZA. Desejas saber o nome da natureza? Espírito. Desejas saber o do ofício? Anjo. PELO QUE É, É ESPÍRITO. PELO QUE FAZ, É ANJO (ANJO = MENSAGEIRO)» (168). Com todo o seu ser, os anjos são servos e mensageiros de Deus. Pelo facto de contemplarem «continuamente o rosto do meu Pai que está nos céus» (Mt 18, 10), eles são «os poderosos executores das suas ordens, sempre atentos à sua palavra» (Sl 103, 20).

Deixe um Comentário

- Copyright © Meu Imaculado Coração Triunfará -