sexta-feira, 11 de agosto de 2017



Há 5 anos, Aly Taylor foi diagnosticada com câncer de mama no estágio 3, quando tinha 24 anos e estava tentando engravidar. Depois de um longo tratamento quimioterapia e após realizar a mastectomia, ela estava curada, mas seus médicos disseram a ela e seu marido, Josh, que seria impossível que ela tivesse filhos dai em diante.

Como o casal queria muito ter filhos, resolveram optar pela adoção e em 2015, adotaram Genevieve. Quando a menina estava com apenas 9 meses, Aly começou a sentir enjoos e descobriu que estava grávida:
''Foi muito louco, porque não era como os médicos nos disseram que havia uma pequena chance de que isso acontecesse, era que era impossível. Foi um milagre'', contou a um programa do TLC.

Um mês após a surpresa incrível da gravidez, o casal foi procurado pela mãe biológica de Genevieve, que esperava outra menina e perguntou se Aly e Josh não gostariam de ficar com a bebê. Eles não puderam negar, até porque, pouco tempo antes, se quer esperavam que teriam ao menos um filho.

O mais inusitado é que as duas deram à luz com menos de duas semanas de diferença - eles se mudaram durante esse período para Kentucky, em Louisiana, EUA, para que pudessem acompanhar os dois partos.

Hoje, a família está completa e reunida e Josh afirma que quando pensavam em como estariam agora, jamais pensariam que seria algo tão bom e bonito assim. Linda família, não é? E eles mostraram que nunca se deve desistir dos sonhos!


Via Best Of Web

- Copyright © Meu Imaculado Coração Triunfará -