sábado, 19 de agosto de 2017

Uma notícia que deixou não só a técnica em enfermagem, Carla Divina Faria de Oliveira, como todas as mães do Brasil. Tudo por conta dos quíntuplos que não resistiram e faleceram dias após o parto.

Ainda abatida, a mulher acabou tendo uma grande ideia para fazer uma boa ação em meio a todo o sofrimento no qual se encontrava, doando cerca de 4 mil fraldas. Ela teria ganhado todas elas por meio de doações, em Nerópolis, em Goiânia. Enquanto que metade delas foi direcionada à uma instituição religiosa e os 2 mil divididos entre oito gestantes.
Para Carla, mesmo com essa perda tão recente, não havia porquê não dar as fraldas e algumas roupinhas para quem realmente iria precisar delas.
“Eu achei que fiz uma coisa útil porque já que eu ganhei de bom coração para os meus bebês e que, infelizmente devido à perda, não vou mais precisar. Da mesma forma que fui ajudada, eu quis repassar, continuar essa ajuda, e manter isso de ser solidário. Da forma que ganhei estou repassando”, relatou ela ao G1.

No começo, é claro, não foi nada fácil e a a moça mal conseguia chegar perto das coisas dos bebês. Agora, ela está de resguardo após o procedimento da cesárea e, por isso, quem organizou as doações foi sua mãe, Cirlene Faria de Oliveira. As escolhidas foram todas gestantes carentes.
“Elas estavam precisando muito. Uma delas que está grávida de gêmeas, deve ter os bebês ainda na próxima semana e não tinha um pacote de fralda para levar para o hospital. Ela até se emocionou quando recebeu a doação. As filhas dela se chamarão Emanuelly e Gabrielly, assim como duas das gêmeas da Carla”, conta.
E acredite, a ação não emocionou apenas quem recebeu as doações, mas também a própria Cirlene. “Eu fico emocionada. Um pouquinho triste, mas feliz porque elas estão felizes com os filhos que vão chegar. Então também estou muito feliz por elas”, disse à TV Anhanguera.
E as gestantes? Bem, não poderiam ter ficado mais agradecidas com o gesto.
Agora, Carla está se recuperando, tomando remédios para tratar uma anemia decorrente de uma grande perda de sangue e também antibióticos e antidepressivos. E do seu lado permanecem os pais, a sogra e a cunhada, prontos para ajudá-la em qualquer situação.
Para o futuro? A moça ainda espera conseguir ter filhos, mas isso daqui uns anos, afinal antes mesmo de perder os quíntuplos, ela já havia perdido gêmeos. Tudo de forma natural, sem fertilização nem nada, o que impressionou mais ainda.
Mas por enquanto, é só descanso mesmo. Tanto da mente como do corpo, não acha?!


Via Best Of Web

Deixe um Comentário

- Copyright © Meu Imaculado Coração Triunfará -