sábado, 12 de agosto de 2017



Em entrevista a Otaviano Costa no programa "No Ar", da Rádio Globo, o padre Fábio de Melo revelou sofrer de um mal que atinge mais de 280 milhões de pessoas em todo o mundo: a Síndrome do Pânico, doença conhecida como o "mal do século".

O sacerdote afirmou que o desenvolvimento da doença se deu pelo desgaste de sua rotina pesada de trabalho: "As pessoas, quando elas se aproximam de mim, elas chegam muito afetuosas, muito cheias de histórias, e é claro que é um desgaste natural. Um desgaste emocional natural de tudo aquilo que eu faço", comentou. "Estou vivendo um tempo muito difícil na minha vida, mas com muita disposição também. Não me sinto vítima, não gosto desse 'ai, coitadinho dele, está cansado'. Não. Quero continuar a minha vida, fazer o que eu faço e, quando eu quiser fazer a minha pausa, quero dizer também 'Olha, hoje eu não estou com disposição'. Então é assim que eu vou. Conseguindo conquistar os meus territórios com a minha verdade e autenticidade", acrescentou.
Durante seu relato, o padre afirmou também que não há razão para esconder o problema: "Eu sou extremamente aberto a contar minhas fraquezas. Não tenho medo da minha humanidade. Eu sei que eu sou afetivamente exigido o tempo todo. Faz parte do meu trabalho".
Figura querida na web, o presbítero foi questionado a respeito de seu impacto nas redes sociais, onde faz grande sucesso com o público. Fábio de Melo revelou, brincando, que a internet é uma "aliada do diabo" e que embora tenha muitos fãs e seguidores de sua palavra, também sofre fortes críticas quando toca em determinados assuntos: "Dá medo demais. Porque a internet é uma casa de vidro em que você escolhe viver, com todos os riscos e com todas as possibilidades também. A internet é perigosa demais. Eu já fui muito crucificado", admitiu. "Agora, é interessante porque tem um período de serenidade. Você desfruta, chega ao ponto certo, ao equilíbrio, você sabe até onde pode ir, com o que pode e não pode brincar. Tem assuntos sagrados que eu sei que não posso brincar mais", completou o padre quando se referiu ao futebol e não à Igreja, após sofrer fortes ataques por fazer uma brincadeira envolvendo os times Cruzeiro e Atlético Mineiro.

A Síndrome do Pânico

Chamada de "mal do século", a Síndrome do Pânico é um transtorno de ansiedade responsável por crises inesperadas de intenso medo e desespero de que algo ruim possa acontecer, mesmo quando não há qualquer indício de perigo. E a ansiedade causada pelo distúrbio se torna ainda mais grave quando o próprio receio de que a qualquer momento ocorra uma crise a faz aumentar. Como consequência, as sensações de medo e preocupação causadas pelos ataques têm impacto direto na rotina.
Embora sua causa seja desconhecida, especialistas acreditam que fatores como genética, situações de muito estresse ou traumáticas, mudanças radicais ocorridas na vida e temperamento forte e suscetível ao estresse podem ser determinantes no desenvolvimento do transtorno.
Dentre os principais sintomas da doença estão as sensações de perigo iminente e de estar fora da realidade, o medo de perder o controle, de morrer ou de uma tragédia estar para acontecer, sentimentos de indiferença, palpitações no coração, dentre outros ainda mais graves como dores abdominais, de cabeça e peitorais, dificuldades para respirar e engolir e desmaios.
O tratamento deve ser feito com acompanhamento médico e pode ser realizado com psicoterapia, medicamentos, ou com ambos os métodos dependendo da gravidade do caso.

Via Best Of Web

- Copyright © Meu Imaculado Coração Triunfará -